sábado, 11 de julho de 2009

Crianças falam sobre beija-flores

Em muitos momentos, divido os assuntos que gosto com meus amigos/alunos, que têm entre 7 e 8 anos de idade. É interessante ver o que eles pensam e o que conseguem apreender das nossas conversas.

Vejam que bacana o que a Júlia, o Luiz e a Geice aprenderam sobre nossos Colibris.

video


Aula:

Para essa aula levei o livro "Jardim dos Beija-flores" de Dalgas Frisch e algumas espécies de plantas. Após nossa conversa sobre os beija-flores, seus hábitos e modo de vida, construí com as crianças um mapa de conceitos na lousa. Depois, ao final da aula, eles desenharam os beija-flores buscando o néctar das flores. Fica aqui a dica para uma aula bem dinâmica e divertida.

Beija-flores

Colibri é um gênero de beija-flores que ocorre na América Central e do Sul. O grupo inclui quatro espécies, três das quais existentes no Brasil. Existem também outros gêneros.

O beija-flor gasta muita energia para voar tão rápido, por isso alimenta-se do néctar das flores doces (para se abastecerem de açúcar), micro-insetos e micro-aracnídeos.

Para chegar ao néctar das flores o beija-flor usa a sua longa língua. O seu bico, muito fininho, pode chegar a ser tão comprido como o resto do corpo. Na natureza esta pequena ave vive entre 6 a 8 anos. Os seus ovos demoram cerca de três semanas a eclodir e nascem, em média, duas crias por ano.

O beija-flor é o único pássaro que pára no ar, voa para trás, para cima, em movimento circular, em parafuso e em cambalhota! Tudo isso graças à sua velocidade de batimento das asas e também por causa da sua pequena estatura. Uma característica pouco conhecida do beija-flor é o seu canto.

Durante algum tempo pensou-se que não tinham nenhum som característico. É que os sons emitidos pelos beija-flores são muito agudos e rápidos. Por isso o ouvido humano quase não os consegue escutar. Apesar de as suas "cordas vocais" serem muito simples, esta ave é capaz de emitir dois sons ao mesmo tempo, variar individualmente a sequência de notas do seu canto e apresentar variações regionais.

Fonte: http://iguinho.ig.com.br/canalnatureza/beijaflor.html

0 comentários:

  © Blogger template 'Ladybird' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP